26 de Outubro de 2015

Carrapatos: conheça melhor seu ciclo de vida e como controlar as infestações de forma mais eficaz

Confira mais posts

None

Certamente você já deve ter se perguntado o que fazer para acabar com os carrapatos que incomodam seu melhor amigo, não é mesmo? Infelizmente a solução para as infestações por carrapatos não é muito simples, já que eles são parasitas extremamente resistentes, existentes em nosso planeta há milhões de anos.

Para entender quais medidas devem ser adotadas para o controle dos carrapatos é imprescindível o conhecimento de seu ciclo de vida bem como de seu comportamento. Os carrapatos são aracnídeos, pertencentes à mesma classe das aranhas e ácaros. O carrapato mais frequentemente encontrado nos cães é conhecido popularmente como carrapato marrom ou carrapatos vermelho, devido sua coloração, e é da espécie Rhipicephalus sanguineus. Esses carrapatos apresentam algumas áreas de preferencia para se fixar nos cães, como as regiões das orelhas, axila, peito e pescoço e as pequenas áreas entre os dedos dos animais. Durante seu período de vida os carrapatos passam por quatro estágios evolutivos: ovo, larva, ninfa e adulto. Esses quatro estágios compõem o que chamamos de ciclo de vida. Todos esses quatro estágios se formam no ambiente: os ovos são colocados pela fêmea dos carrapatos em pequenas frestas e buracos na parede, acima do chão. Desses ovos nascem as larvas, que saem desses abrigos e procuram imediatamente o cão para se fixar e se alimentar de sangue. Ao estarem repletas de sangue essas larvas se desprendem e voltam para um abrigo no ambiente para sofrer a transformação para ninfas. Novamente as ninfas formadas irão subir no cão para se alimentar e posteriormente voltar ao ambiente para se transformar em carrapatos adultos, que sobem mais uma vez no cão para se fixar, se alimentar e também se reproduzir, completando; dessa forma, o ciclo de vida com a colocação de novos ovos pelas fêmeas. Como podemos ver, o ciclo do carrapato alterna fases onde o parasita estará no cão e fases onde estará no ambiente. As larvas e ninfas permanecem se alimentando de sangue, presas na pele do cão, por um período de 3 a 10 dias para então se desprender e ir para o ambiente sofrer as mudas para ninfa e adulto, respectivamente. Quando estão no ambiente; as larvas, ninfas e adultos escalam as paredes para se abrigar, pois procuram locais de proteção acima do nível do solo para fugir de possíveis predadores, como as aranhas, e se enterram em frestas muito pequenas localizadas nas paredes principalmente nos locais onde os cães repousam e passam a maior parte do dia; como canis, casinhas e até mesmo nos cômodos das residências onde os cães dormem ou passam grande do tempo.

Os machos adultos geralmente morrem após se acasalar enquanto as fêmeas, assim que ficam repletas de sangue (semelhantes a grãos de feijão), fazem a postura no ambiente de até 5000 ovos.

O tempo para que todas essas fases de vida dos carrapatos ocorram pode variar de algumas semanas até meses dependendo das condições climáticas do ambiente como, por exemplo, umidade e temperatura. Os carrapatos, como dissemos, são parasitas muito resistentes e bem adaptados e os adultos podem suportar períodos de até um ano sem se alimentar.

Embora, em algumas infestações muito severas, podemos observar cães repletos de carrapatos fixados na pele, é muito importante que se saiba que o que vemos nos animais representa apenas 5% da infestação total de um local, sendo que os outros 95% da população estarão escondidos no ambiente nas formas de ovos, larvas ou ninfas. O controle e combate de uma infestação por carrapatos, portanto, nunca será efetivo se focarmos apenas o combate aos carrapatos que estão nos animais. Uma atenção muito maior deve ser dada ao combate dos parasitas que estão no ambiente, que são a maior parte da infestação. O controle ideal e eficaz das infestações por carrapatos abrange, ao mesmo tempo, aplicações regulares de produtos nos cães e a adoção de medidas de controle para a infestação do ambiente. Como o ciclo do carrapato é longo e inclui várias fases de vida, o controle eficaz somente é conseguido quando essas medidas de combate citadas são realizadas dentro de um programa que inclui o número mínimo de três aplicações, tanto dos produtos que são destinados aos cães quanto dos produtos que são destinados ao ambiente. Essas aplicações devem ter intervalos mínimos de 15 dias e máximos de 30 dias entre uma e outra, sendo que um médico veterinário de confiança deve ser consultado para orientar sobre quais produtos utilizar, as medidas de segurança importantes para o uso destes produtos e o melhor intervalo para as aplicações para cada infestação e tipo de ambiente.

Para o controle da infestação ambiental pode-se optar pelo uso direto de carrapaticidas (dedetização) para áreas como canis, casinhas, pequenos quintais e interior de residências. Nas aplicações ambientais é de extrema importância priorizar os locais acima do nível do solo pelo comportamento de escalar as paredes e se abrigar em frestas no alto que o carrapato apresenta. O uso de vassoura de fogo é bastante eficaz e é possível em alguns tipos de ambientes. Se o local onde o cão habita tem a presença de outros cães na vizinhança, o ideal é que as medidas de controle sejam adotadas conjuntamente em todas as casas.

Para que os produtos apresentem sempre uma boa eficácia, tanto os de uso no animal quanto os de uso no ambiente, recomenda-se se seja feito o rodízio de princípios ativos (substancia da formulação responsável pelo efeito carrapaticida) a cada duas ou três aplicações.

Toda vez que uma dedetização for realizada no ambiente é importante que todos (pessoas e animais) sejam retirados do local já que alguns princípios ativos podem ser potencialmente tóxicos. Dentro das residências, além de dar atenção ao local onde o cão costuma repousar, é importante manter sempre higienizados caminhas, cobertores, toalhas, etc. Atenção especial também deve ser dada aos móveis como sofás, poltronas, camas e armários embutidos principalmente nas partes acima do nível do solo, pois estes locais podem servir de abrigo para ovos, larvas e ninfas.

Não existe nenhum tratamento preventivo ou produto capaz de impedir a infestação por carrapatos, se o cão frequentar áreas infestadas ele certamente poderá ter carrapatos.

O controle de carrapatos exige insistência e bastante disciplina para manter a sequencia e os intervalos corretos recomendados de aplicação dos produtos. Nenhum resultado é obtido com apenas uma aplicação. Além disso, é importante também que exista a conscientização de todos com relação ao controle ambiental e no cão, uma vez que os carrapatos provocam incômodos, podendo causar anemia e transmitir doenças. Converse com seus amigos, parentes e vizinhos sobre isso e não esqueça que o médico veterinário é o profissional ideal para orientar sobre as melhores formas de controle e os produtos mais adequados.

Tags

Comentários

Fernanda

Oi, tirei um carrapato do meu cachorro e ficou uma bola, o que pode ser?

Olá, Fernanda. Pode ser alguma reação alérgica a picada do carrapato. Acompanhe o desenvolvimento dela e, se não houver melhora, indico que leve seu amigo ao médico-veterinário para que ele faça o diagnóstico correto e te passe o tratamento adequado.

Marisa

Ola, eu retirei um carrapato bolinha da minha cadela ele era pequeno porém caiu no chão e não o encontrei. Ele pode sobreviver sendo pequeno, ou ate msm grudar na pele de humano? Desde já agradecida .

Marisa, o carrapato pode sobreviver em qualquer fase do seu ciclo de vida, que dura em torno de 60 a 90 dias. O controle destes parasitas nos pets pode ser feito com o NEOPet ou a com coleira Leevre. Também é importante que seja feito o controle ambiental, pois é nele onde ocorre a reprodução.

ARIOVALDO REZENDE

Precisava muito da ajuda de vcs,pois esses bichos (carrapatos) são umas pragas e nojentos...

Ariovaldo, para sabermos qual a melhor maneira de atendê-lo, estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h.
Obrigado por acompanhar nosso blog.

Fábio Júnior Silveira Campos

Bom dia. Gostaria que vocês me indicasse se possível um produto de melhor ação no combate do carrapato que possa ser aplicado no ambiente e no animal.

Fábio, tudo bem?
Realmente é importante manter os nossos pets protegidos dos carrapatos e a Ourofino pode te ajudar com o Neopet, produto de uso tópico à base de fipronil. É importante que você consulte um médico-veterinário para indicação do uso adequado e também outros cuidados para manter a saúde do seu pet sempre em dia. Para o controle do ambiente, nossa dica é que procure empresas especializadas neste trabalho.

vania queiroz

oi tinha um casal de cachorros da raça pinscher pois contrairao a doença do carrapato ,levei ao veterinario,mais infelismente chegaram a obito,e minha casa esta com uma infestaçao de carrapatos ,gostaria de saber como eles si alimenta do sangue e como nao tem mais cachorro ,os carrapatos vao morrer?

Vania, os carrapatos são parasitas muito resistentes e bem adaptados. Para ter ideia, nossa equipe técnica explica que os adultos podem suportar períodos de até um ano sem se alimentar. Assim, para o controle rápido e efetivo da infestação no ambiente, o ideal é fazer a dedetização com produtos específicos, com aplicações semanais, priorizando os locais acima do nível do solo, paredes, muros, tetos, frestas e buracos. Procure o auxílio de empresas especializadas para fazer o controle do ambiente. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

JOAO BATISTA TEODORO SOUZA

PELA SEGUNDA VEZ, TIVE UMA INFESTAÇÃO DE CARRAPATOS, POREM ELES APARECEM DIRETO NAS PAREDES DE ONDE O CÃO FICA. UM A UM EU PEGO E INCINERO, SÃO PEQUENOS E COMPLETAMENTE CHEIOS DE SANGUE POREM NO CÃO, EU OLHO TODOS OS DIAS E AS VEZES NÃO ENCONTRO NENHUM. COM O ASPIRADOR DE PÓ PASSO NAS PAREDES E DEPOIS APLICO INSETICIDA DENTRO DO MESMO. PASSO O ASPIRADOR DIRETO NA CASA TAMBÉM, POREM AINDA ENCONTRO ALGUNS. FAÇO APLICAÇÕES PERIÓDICAS NO CÃO E PASSO ALGUM VENENO NA CASA TAMBÉM. SERIA O CERTO O QUE ESTOU FAZENDO?

João Batista, as medidas que nos relata são importantes para o controle da infestação tanto no ambiente quanto no animal. Como dicas que podem lhe auxiliar ainda mais, recomendamos que, se possível, faça uma desinsetização com produtos químicos destinados ao uso no ambiente de forma a molhar toda a superfície dessas paredes onde você relata estar achando carrapatos.
Os carrapatos têm o hábito de subir, por isso tanto ao passar o aspirador ou a utilizar produtos químicos, a área tratada deve incluir as paredes até o teto. Verifique a estrutura de possíveis móveis que estejam no ambiente onde você encontra carrapatos (no forro, atrás desse móveis, frestas).
O combate dos carrapatos no ambiente é o foco de atenção para as infestações severas, pois 95% dos parasitas estão no ambiente. O tratamento do ambiente deve ser feito a cada 15 dias por, pelo menos, 3 aplicações, podendo depois ser a cada 30 ou 45 dias conforme você vá verificando que não encontra mais carrapatos no ambiente e no seu cão. O sucesso é conseguido com muita persistência e a frequência correta das medidas de tratamento no animal e no ambiente. Esperamos ter contribuído com essa orientação.
Também estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h30 às 17h30.
Abraços.

tamyris

Meu Cachorro tem 7 meses, e como ele era filhote ele dormia no meu quarto. Até que descobri uma infestação na parede do meu quarto. Já fiz várias coisas, mas eles sempre aparecem novamente, estou desesperada. Já dei banho com barragem no meu pet, depois me disseram que isso pode matá - lo e não fiz mais com medo.

Olá, Tamyris.

O controle de infestações mais altas de carrapatos é feito de forma sistemática sempre associando formulações apropriadas para uso em cães e gatos à aplicações de produtos próprios para o ambiente por mais de uma vez e com intervalos apropriados para quebrar o ciclo de desenvolvimento dos carrapatos.

Para o controle dos carrapatos no seu cãozinho, aconselhamos que procure um médico-veterinário para que ele indique o melhor produto para o seu caso. Já para o ambiente, aconselhamos que você contrate uma empresa que realiza aplicação de inseticidas nas residências, dessa forma estará realizando essa aplicação da forma mais segura para você, seu animal e sua família.

De qualquer forma, é importante que você saiba que o controle exige pelo menos três aplicações de produtos no seu cãozinho, a cada 28 a 30 dias e três aplicações de produto na residência, preferencialmente sendo as duas primeiras a cada 15 dias.

Também estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h30 às 17h30.

Abraços.

Jairo Castagnino Dora

Parabéns pela qualidade da materia


Valéria Teixeira dos Santos

Obrigada por me orientar. Encontrei vários carrapatos na casinha dos meus peludos.


Carla

Os carrapatos se desenvolvem na terra?


Pablianny

Quanto tempo o carrapato consegue ficar em um ambiente que não tem animais ?


Ana carolina

Esses carrapatos nivas eles podem fazer buraco na parede ?

Deixe o seu comentário

Recebemos o seu comentário e entraremos em contato em até 3 dias. Conte também com o nosso SAC pelo 0800 941 2000.

Erro ao enviar, confira se todos os formulários estão corretos.

  • Leishmaniose: fique atento à prevenção

    23 out
    2018

  • A importância da vacinação para prevenir doenças

    25 set
    2018

  • Atenção: é importante controlar as pulgas nos gatos

    21 ago
    2018

  • Distúrbios comportamentais em pets

    20 jul
    2018

  • Doenças de inverno: cuidado com os pets

    25 jun
    2018

  • Cuidados com animais idosos

    18 mai
    2018

  • Carregar mais posts