Como prevenir a Leishmaniose Visceral Canina?


A Leishmaniose é uma doença vetorial transmitida somente pelo mosquito-palha, ou seja, não há transmissão ou contágio do cão para o homem ou vice-versa. O mosquito-palha, mesmo ao picar um cão infectado e em seguida picar a pessoa, não promove a transmissão imediata, necessitando o tempo de pelo menos 3 a 7 dias entre o contato do mosquito com o protozoário e sua transmissão para outro hospedeiro.

É muito importante a conscientização das pessoas sobre o que pode ser feito em sua residência, em seu quintal, em sua vizinhança e na comunidade para o controle da reprodução e sobrevivência do mosquito-palha, além da necessidade de manter os cães sempre protegidos com o uso de coleiras e vacinados contra a doença.

Aqui estão alguma dicas de prevenção:
- O uso de coleira à base de Deltametrina a 4% nos cães;
- A vacinação dos cães;
- Instalação de telas de proteção nas residências;
- Limpeza dos ambientes, evitando o acúmulo de matéria orgânica;
- Uso de produtos tópicos com ação repelente a insetos, principalmente em crianças e idosos a partir do entardecer.

A Ourofino oferece a Leevre, coleira ectoparasiticida com alta eficácia repelente e inseticida frente ao mosquito-palha transmissor da Leishmaniose. Lembre-se de conversar com um médico-veterinário de sua confiança antes de utilizar qualquer produto em seu pet.

  • Leishmaniose Visceral Canina: o que é?

  • Interação entre cães e gatos

  • Cuidados com filhotes de cães recém-nascidos

  • Principais doenças de inverno que podem atingir os cachorros

  • Como ensinar o seu cãozinho a fazer as necessidades no lugar certo

  • Adoção e posse responsável

  • Carregar mais dicas