Osteoartrites em gatos

Fernanda Costa Sousa Zinsly de Mattos, analista técnica na Ourofino Pet

14 de Maio de 2019

Osteoartrites em gatos

Devido ao estilo de vida dos felinos a osteoartrite já ganhou o status de doença comum entre eles. Aproximadamente 90% dos animais após os 8 anos já começam a apresentar sinais desta doença articular, que infelizmente provoca muito incômodo para o pet, principalmente se ele estiver com sobrepeso. O envelhecimento das articulações do gato, ocasionam um desgaste progressivo das cartilagens, que com o passar do tempo deixam de promover o amortecimento, deixando a ossatura vulnerável, o que provoca dor constante no gato que sofre de osteoartrose.

As regiões mais afetadas pela artrose no gato são as articulações coxofemurais e os cotovelos, no entanto os ombros, a coluna, o calcanhar e os joelhos também podem ser afetados.

O tratamento para um gato que tem osteoartrite pode começar com pequenas mudanças em sua rotina diária, como: caixas de areia com bordas baixas; comedouros e bebedouros elevados; camas macias.

A Osteoartrite é uma doença complexa, de progressão lenta, caracterizada pela degeneração da cartilagem articular e pela formação de “pontas de osso”, denominadas osteófitos, nas margens da articulação. Nestes casos, a administração oral do sulfato de condroitina tem um papel importante na fisiologia da cartilagem articular, pois reduz a dor e aumenta a mobilidade articular.

A Ourofino conta em sua linha com o Condromax Pet, suplemento que apresenta em sua formulação o Sulfato de condroitina A e Glicosamina, que possuem efeitos sinérgicos e complementares para auxiliar no tratamento das Osteoartrites, reduzindo a dor e inflamação articular nestes casos.

Além dos glicosaminoglicanos, o Condromax Pet possui em sua formulação os minerais: Cobre, Zinco e Manganês, que são responsáveis por estimular o processo de regeneração articular e ósseo.

Comentários


Acompanhe nosso universo Pet

Publicações que talvez você goste