Sagrado da Birmânia: manso, carinhoso e gentil

por Silvia Fernandes Mourão Passini, Consultora de Demanda Pet

16 de Dezembro de 2021

Sagrado da Birmânia: manso, carinhoso e gentil

O Sagrado da Birmânia, ou Birmanês, é um gato legendário e sua verdadeira história é misteriosa e existem diversas versões.

Sabe-se que é um gato originário de Mianmar, antiga Birmânia. E que teve sua expansão na Europa, mais especificamente na França.

A raça foi reconhecida em 1966 e especialistas ressaltam que o Sagrado da Birmânia é uma das raças com padrões mais detalhados e rígidos da gatofilia.

É um gato de porte médio. As fêmeas são menores do que os machos, e pesam de 3 kg a 5 kg, e os machos podem chegar a 8 kg, sem aparentar serem gordos.

Diferente de outras raças de pelo longo ou médio longo, seu pelo não faz nós, nem cachos; pelo contrário, seu pelo tem fibras finas que a escovação excessiva arrebenta e não permite que todo o esplendor e sua beleza natural sem igual venha à tona. Um gato belíssimo e sem frescuras.

Atualmente existem, no total, 20 cores de pelagem, e não existem cores raras para a raça. Mas existem, sim, cores mais populares. A linhagem dos pais e suas características genéticas é que vai determinar a pelagem.

Independente da cor da pelagem, a face, orelhas, pernas, cauda e genitais são sempre mais escuras. Além disso, o Sagrado da Birmânia faz parte do grupo de gatos que ostenta marcação branca nas patas, chamadas de luvas.

Uma curiosidade com relação à sua pelagem é que, assim como os siameses, os Sagrados nascem brancos, e apenas um criador experiente consegue ver as cores em alguns dias. Sua cor pode demorar até dois anos para se relevar totalmente nos casos de pelagens mais claras.

Possuem cabeça grande e redonda. Bochechas cheias e focinho arredondado, queixo bem desenvolvido, e uma linda coleira de pelos espessa no pescoço. Seus olhos são quase redondos, de um azul profundo, e preferencialmente escuros e bem separados, o que dá à face uma expressão muito doce.

E a carinha doce tem muito a ver com seu temperamento gentil, sociável e confiável. Conhecido como o gato cachorro, por tudo isso e por ser adaptável, inteligente, comunicativo e companheiro.

São brincalhões e ativos, mas não exigentes; sociáveis, mas não o centro das atenções.

Uma excelente opção para apartamento e famílias com crianças e/ou com outros animais porque têm temperamento estável e são pacientes e amorosos.

Uma particularidade da raça é que os machos, quando convivem com fêmeas e filhotes, esperam a sua vez de comer, os deixando comerem primeiro.

Concordam que eles são tudo de bom?

São lindos e fofos!

Comentários


Acompanhe nosso universo Pet

Publicações que talvez você goste