10 de Novembro de 2014

Seu pet está se coçando demais? Ele pode estar com alergia à picada de pulgas!

Confira mais posts

None

As pulgas são parasitas bastante comuns tanto em cães como em gatos. As pulgas adultas obrigatoriamente vivem sobre a pele e pelos dos animais onde se alimentam de sangue e se reproduzem. Como são insetos pequenos, são difíceis de serem percebidas pelos proprietários. As pulgas fêmeas possuem uma capacidade extraordinária de reprodução produzindo cerca de 50 ovos por dia.

A simples coceira e desconforto causado pela picada de pulgas já pode ser irritante o bastante para um cão ou gato. Não bastasse isso, as picadas de pulgas podem acarretar alergia em animais com hipersensibilidade. A causa dessa reação alérgica é a saliva das pulgas, mais precisamente algumas substâncias de sua composição, e estudos demonstraram que ao menos quinze alérgenos diferentes estão presentes na saliva.

Embora esse tipo de alergia possa acometer cães e gatos de qualquer idade, é raro ver em animais com menos de seis messes de idade. Comumente os primeiros sintomas aparecem entre três e cinco anos de idade.

No cão, os sinais mais observados são mordeduras e coceira ao redor do quadril, base da cauda, coxa, abdômen; estes sinais podem se agravar com as mordidas que os cães dão objetivando alivio da coceira. Por outro lado, nos gatos é possível perceber perda de pelo, coceira, lambedura excessiva e crostas ao redor do pescoço e abaixo do dorso.

Pode parecer estranho afirmar que seu cão ou gato possui alergia a picada de pulgas, também conhecida como DAPP (dermatite alérgica a picada de pulgas), se quase nunca se vê pulgas. É importante ressaltar que à medida que o animal se coça ele acaba retirando as pulgas de sua pele antes que o proprietário consiga vê-las. Nos gatos o fato dos mesmos lamberem-se como medida higiênica, possibilita que eles ingiram as pulgas que os estão infestando.

O tratamento deste problema envolve a remoção da infestação do animal, o controle da infestação ambiental e a prevenção de novas infestações. Dependendo da situação do animal é também indicado o uso de medicamentos para aliviar a coceira e para conter doenças secundárias. Atualmente existe uma infinidade de produtos anti pulgas porém para o tratamento da DAPP nem todos servem, deve-se sempre optar por produtos que agem pelo contato da pulga com a pele tratada (Protetor Pet) desta forma a pulga não precisa picar o animal para ser eliminada. Por ser uma enfermidade de caráter alérgico o controle de pulgas deverá ser feito ao longo de toda a vida do cão ou gato.

Além do controle da infestação no cão ou gato, o ambiente não deve ser esquecido, já que 95% da infestação se encontra lá. O controle ambiental não é tarefa fácil principalmente se houver muitos animais, em especial os gatos com acesso a rua. O aspirador de pó deve ser passado em todos os ambientes, não deixando para trás sofás, embaixo de móveis e tapetes. Um produto químico apropriado para controle ambiental pode ser utilizado inclusive nos ambientes onde o animal vive e dorme. Estes produtos sempre devem ser utilizados com a orientação de um profissional, uma vez que alguns são bastante tóxicos e podem causar problemas quando mal utilizados.

Um local que com frequência é esquecido para controle de pulgas é o carro, utilizado para transporte do animal. Assim como os ambientes domésticos ele também deve ser aspirado. É importante sempre termos em mente que o controle completo da casa depende do esforço intenso e disponibilidade dos proprietários. O médico veterinário é o profissional indicado para dar orientações sobre o controle tanto no animal quanto no ambiente.

 

Referências:

Dermatite Alérgica a Picada de Pulga. Disponível em: http://www.chv.pt/pt/unidades/dermatologia/dapp/detalhe.html.

Conheça o inimigo: No mudo existem mais de 2000 espécies de pulgas, e estas são um problema em quase toda parte. Disponível em: http://www.controleaspulgascombioactivacao.com/pages/treatingfleas/factsaboutfleas.aspx.

Alergia a pulgas: será que seu peludo sofre com ela? Disponível em: http://www.maedecachorro.com.br/2011/08/alergia-a-pulgas-sera-que-seu-peludo-sofre-com-ela.html.

Coceira e vermelhidão? Cuidado! Seu pet pode estar com alergia. Disponível em: http://entretenimento.r7.com/bichos/noticias/coceira-e-vermelhidao-cuidado-seu-pet-pode-estar-com-alergia-20111107.html?question=0.

Pulgas e DAP (Dermatite Alérgica a Picada de Pulgas). Disponível em: http://www.clinipet.com/informativos/2-dermatologia-veterinaria/36-dape.html.

Tags

Deixe o seu comentário

Recebemos o seu comentário e entraremos em contato em até 3 dias. Conte também com o nosso SAC pelo 0800 941 2000.

Erro ao enviar, confira se todos os formulários estão corretos.

  • Cuidados com animais idosos

    18 mai
    2018

  • Infecções de ouvido nos cães

    24 abr
    2018

  • Cuidados com os filhotes: ectoparasitas

    26 mar
    2018

  • Dermatites bacterianas em cães

    16 fev
    2018

  • Anemia em cães

    17 jan
    2018

  • Doenças transmitidas por carrapatos

    20 dez
    2017

  • Carregar mais posts