16 de Fevereiro de 2018

Dermatites bacterianas em cães

Confira mais posts

Por Fernanda Costa Sousa Zinsly de Mattos, analista técnica na Ourofino Pet

As doenças dermatológicas costumam ser o maior motivo de visitas dos cães ao veterinário. Suas causas são muito variadas e normalmente elas requerem longos tratamentos até que a cura seja obtida.

A saúde da pele e da pelagem do animal de companhia pode ser afetada por diferentes enfermidades, como as dermatites alérgicas (causadas pela picada de pulgas e carrapatos), dermatites parasitárias (causada por ácaros, como a sarna demodécica) e as dermatites infecciosas (causadas por bactérias e fungos).

As dermatites bacterianas, também conhecidas como piodermites ou foliculites bacterianas, são infecções na pele causadas por bactérias, principalmente as do gênero Staphylococcus.

Os animais com piodermite podem apresentar queda de pelo acentuada ou até falhas, coceira, pápulas (bolinhas), pústulas (espinhas), crostas amareladas e vermelhidão.

O diagnóstico das piodermites é realizado com base no histórico e com exame clínico detalhado, aliado a exames laboratoriais complementares. Normalmente, o tratamento é realizado com antibióticos orais e banhos com produtos antissépticos e antibacterianos.

Para se ter sucesso no tratamento é muito importante saber a origem da piodermite, ou seja, identificar se há alguma doença de base ou concomitante que tenha favorecido a instalação da doença. Portanto, é muito importante consultar um médico-veterinário de sua confiança, pois só ele pode identificar e prescrever o tratamento adequado para o seu pet.

FOTO: IStock

Tags

Comentários

Rayla Martins

Olá..
Comprei coleira leevre, só que tenho uma dúvida minha pet dorme comigo será que tem alguma probema ela usando a coleira ?

Oi, Rayla!
O contato humano com pets que utilizam a coleira não representa riscos à saúde, desde que o indivíduo não apresente hipersensibilidade aos princípios ativos da Leevre. Por isso, ao manusear a coleira é importante levar as mãos, olhos e boca.
Em caso de dúvidas, converse com a nossa equipe pelo 0800 941 2000. Obrigado por acompanhar nosso blog.

Deixe o seu comentário

Recebemos o seu comentário e entraremos em contato em até 3 dias. Conte também com o nosso SAC pelo 0800 941 2000.

Erro ao enviar, confira se todos os formulários estão corretos.

  • Doenças de inverno: cuidado com os pets

    25 jun
    2018

  • Cuidados com animais idosos

    18 mai
    2018

  • Infecções de ouvido nos cães

    24 abr
    2018

  • Cuidados com os filhotes: ectoparasitas

    26 mar
    2018

  • Anemia em cães

    17 jan
    2018

  • Doenças transmitidas por carrapatos

    20 dez
    2017

  • Carregar mais posts