Combate de pulgas e carrapatos: lembre-se de fazer o controle ambiental!


As relações entre os pets e os humanos estão cada vez mais próximas e esta convivência é muito prazerosa para ambos. Por isso, cuidar bem da saúde e do bem-estar dos nossos amigos ajuda a prolongar essa ligação.

Um cuidado que devemos ter com os animais de companhia, por exemplo, é mantê-los livres de parasitas externos como as pulgas e carrapatos. A população deles adultas que se alojam nos pets representa apenas 5% do total, os 95% estão no ambiente em forma de ovos ou larvas.

Como parte do ciclo de vida das pulgas e carrapatos ocorre no ambiente, o lugar também deve ser tratado para interromper o desenvolvimento deles. Estes parasitas são extremamente resistentes, principalmente quando instalados no espaço físico. Eles se escondem em frestas de pisos, madeiras, gramas, tapetes, carpetes e até na caminha dos pets. Por isso, somente o tratamento dos animais de companhia não é eficaz para o combate e controle.

  • Infecções virais: é preciso atenção

  • Conheça os sintomas da leishmaniose visceral

  • Desafios da Leishmaniose Visceral

  • Atenção à Leishmaniose

  • Pulgas e carrapatos: é preciso cuidar do ambiente em que o pet vive

  • Já vacinou seu pet contra raiva?

  • Carregar mais dicas