Como não atrapalhar a cicatrização


A cicatrização de feridas é um processo complexo que envolve a estruturação e crescimento de um novo tecido. Apesar da cicatrização ser um processo fisiológico e, normalmente, não requer qualquer intervenção, as feridas podem causar desconforto, além de serem propensas à infecção e outras complicações.

A cicatrização também depende de vários fatores, locais e gerais, como: localização anatômica, tipo da pele, raça, idade, hiperatividade do paciente e tratamento utilizado. Portanto, para que tudo ocorra bem, cães e gatos precisam de cuidados especiais na hora de tratar os ferimentos, como manter o local limpo para que não ocorra contaminação da ferida, lavar bem as mãos antes de manusear a ferida e limpar e proteger a área onde ocorreu a lesão. Não esqueça também de colocar o colar protetor para o animal não lamber a ferida, pois isso atrasa o processo de cura.

  • Leishmaniose: saiba como é a transmissão da doença

  • Como combater a propagação do mosquito-palha?

  • Gatos também podem ter leishmaniose?

  • Pequeno, mas causa problemas gigantes

  • Fique atento aos sinais clínicos!

  • Obesidade em pets

  • Carregar mais dicas