Cuidados importantes com os filhotes de cães


É muito importante lembrarmos que a palavra-chave para o cuidado e a saúde dos cães é prevenção. Prezar pela saúde do seu cão desde os primeiros dias de vida até a velhice faz parte das regras da guarda responsável.

Nos primeiros meses de idade o cão está mais suscetível a problemas de saúde por conta da sua falta de imunidade. É muito importante seguir um protocolo de cuidados, sempre com acompanhamento de um médico-veterinário.

Veja algumas medidas essenciais para quem tem filhotes:

Controle de Parasitas
Já nos primeiros dias de vida você deve vermifugar o seu cãozinho para evitar a manifestação de verminoses causadas por endoparasitas. A frequência de vermifugação deve ser estabelecida pelo médico-veterinário porque varia de acordo com a idade do animal, grau de contaminação, exposição a recontaminações, contato com agentes transmissores (pulgas) e necessidades estratégicas.

As verminoses podem causar diversos danos à saúde dos pets e algumas delas também podem afetar os seres humanos, como a giardíase.
Em cães parasitados é comum observar diarreia, presença de vermes nas fezes, perda de peso, diminuição ou falta de apetite, vômitos e anemia. Se os vermes não forem combatidos e prevenidos os cães podem ficar debilitados e suscetíveis a outros problemas.

Contra pulgas e carrapatos, os filhotes devem receber aplicação de produto pulicida e carrapaticida próprio para a idade deles.

As pulgas e os carrapatos são parasitas que se alimentam do sangue dos pets em determinadas fases de suas vidas. As picadas destes parasitas causam desconforto para os animais, podendo também provocar alergia em cães predispostos, levando a um quadro conhecido como Dermatite Alérgica à Picada de Ectoparasitas (DAPE).

Outro ponto importante é que tanto a pulga quanto o carrapato são transmissores de agentes patogênicos aos cães como vermes e bactérias.

Vacinação
A vacinação é um cuidado essencial, pois com ela seu pet fica protegido de doenças infecciosas e contagiosas que podem até ser fatais. A vacinação é medida indispensável para os filhotes. Logo ao nascerem, eles contam com os anticorpos maternos passados através da amamentação. Com o passar do tempo os anticorpos começam a desaparecer e é chegada a hora da vacinação. Deixar os filhotes sem as vacinas é muito perigoso, nesta fase o sistema de defesa ainda é muito frágil.

Para os casos das verminoses, a Ourofino conta em sua linha para pets com o Top Dog, um vermífugo completo e palatável, indicado para combate e controle de parasitas internos de cães. Para pulgas e carrapatos, a dica são três produtos: Protetor Pet, Neopet e a coleira Leevre.

  • Já vacinou seu pet contra raiva?

  • Fique atento ao protocolo de vacinação!

  • Todo cuidado é pouco

  • Fique atento aos esconderijos dos carrapatos

  • Combate de pulgas e carrapatos: lembre-se de fazer o controle ambiental!

  • Falta de exercício físico pode causar estresse nos pets

  • Carregar mais dicas