O que é dermatite atópica?


A dermatite atópica é uma predisposição genética do animal para o desenvolvimento de alergias aos fatores ambientais. É uma doença que envolve vários fatores como defeitos da barreira cutânea, infecções cutâneas, infecções microbianas e outros predisponentes.

Alguns trabalhos recentes mostram a relação de raças e incidência da supressão de IgA em cães atópicos. A IgA ou imunoglobulina A é um tipo de anticorpo responsável pela proteção de superfícies corporais. Sendo assim, a IgA baixa indica que uma via importante de proteção contra microrganismos está suprimida.

A doença é detectada principalmente entre o 1º e 3º ano de idade e a principal manifestação da dermatite atópica é a inflamação da pele com coceira intensa. Isso faz com que o animal arranhe, esfregue, lamba ou mastigue as áreas afetadas constantemente. Nestes casos, as áreas mais comumente afetadas são: face (lábios e olhos), ouvidos, patas (mais especificamente os espaços interdigitais), axilas, virilha e barriga.

A pele de um animal com dermatite atópica pode ficar avermelhada, podendo se tornar ulcerada, espessa e escura e com uma aparência grosseira.

A dermatite atópica pode nunca ser definitivamente curada e será necessário tratar o animal regularmente ao longo de sua vida. Por isso o mais importante é controlar os sintomas e diminuir o prurido (coceira), melhorando assim a qualidade de vida do pet.

  • Sabia que distúrbios psicológicos podem causar diarreia nos pets?

  • Atenção às verminoses

  • Infecções virais: é preciso atenção

  • Conheça os sintomas da leishmaniose visceral

  • Desafios da Leishmaniose Visceral

  • Atenção à Leishmaniose

  • Carregar mais dicas