Pulgas e carrapatos: é preciso cuidar do ambiente em que o pet vive


Controlar pulgas e carrapatos é um desafio constante para quem tem pet. Você sabia que não adianta adotar medidas que atuem exclusivamente no animal e não se preocupar em cuidar do local onde eles ficam?

As pulgas e carrapatos que vemos nos pets representam apenas 5% do total da infestação. Os outros 95% estão no ambiente, que é onde estes parasitas se reproduzem.

Além de usar a coleira Leevre, da Ourofino, que auxilia na controle das infestações de pulgas e carrapatos em cães e tem ação inseticida e repelente contra o vetor da Leishmaniose, e o NEOPet, de uso tópico, indicado para auxiliar no controle de infestações causadas pelas pulgas e carrapatos em cães e gatos, outras medidas de controle devem ser realizadas no ambiente, como a utilização de aspirador de pó de forma rotineira, além do uso de inseticidas no local em que o pet vive.

Isso porque o ciclo de vida de carrapatos e pulgas dura em torno de 90 dias para se completar, e as fases imaturas se encontram no ambiente. No caso das pulgas, o aspirador de pó é a única medida efetiva que irá atuar na fase imatura, chamada de pupa, fase do ciclo de vida da pulga em que ela fica imperceptível a olho nu e resistente a produtos químicos. O indicado é passar o aspirador de pó diariamente. As pulgas preferem ambientes úmidos, quentes e com baixa luminosidade.

Para combater os carrapatos, uma boa opção é a pulverização com inseticidas a cada 15 dias, seguindo as recomendações de cada fabricante. Não se esqueça de pulverizar o quintal para evitar que a infestação se espalhe e volte para dentro de casa. Os carrapatos podem ser encontrados em locais com grama alta, frestas em cimento e escalando muros.

Na maior parte das vezes, cães e gatos são infestados durante os passeios e mesmo aqueles que passam a maior parte do dia em casa ou no apartamento não estão livres do risco de infestação por pulgas e carrapatos.

A presença de pulgas e carrapatos também não significa falta de higiene por parte dos donos. Todos os cães e gatos estão sujeitos à ação das pulgas e carrapatos, mas aspirar e limpar a casa com frequência ajuda a controlar as infestações destes parasitas. As fêmeas de carrapatos podem escalar paredes de até quatro metros e as pulgas são excelentes saltadoras, por isso, é preciso atenção redobrada ao interior das residências, aos sofás, caminhas, tapetes, frestas e armários embutidos. O local onde o pet costuma descansar e passar a maior parte do tempo deve ser frequentemente monitorado e controlado.

Não esqueça: quando o assunto é o controle de pulgas e carrapatos a associação de produtos veterinários para o pet, como coleira e pipeta, e o cuidado com o ambiente são essenciais.

  • Desafios da Leishmaniose Visceral

  • Atenção à Leishmaniose

  • Já vacinou seu pet contra raiva?

  • Fique atento ao protocolo de vacinação!

  • Todo cuidado é pouco

  • Fique atento aos esconderijos dos carrapatos

  • Carregar mais dicas