Você sabe identificar quando seu pet está com dor?


Assim como crianças recém-nascidas, os pets não são capazes de nos dizer que estão sentindo dor. Existem semelhanças entre as estruturas anatômicas e os mecanismos neurofisiológicos envolvidos na percepção da dor dos seres humanos e dos animais, por este motivo é prudente admitirmos que um estímulo que é doloroso para uma pessoa, induzirá respostas semelhantes nos animais.

Perceber que seu pet está com dor não é tarefa fácil, para isto é importante conhecer o comportamento natural da espécie e também a personalidade de seu cão ou gato. Quando está com dor, um gato calmo pode se tornar agressivo e um cão agitado pode estar mais apático e prostrado. Também é possível observar mudanças na ingestão de água e alimentos, na qualidade do sono, no modo como fazem suas necessidades, além da presença de vocalização excessiva e automutilação.

As causas de dor nos pets podem ser desde uma reação local após uma vacinação até problemas mais graves como osteoartrite e câncer. Ao observar alguma mudança comportamental indicativa de dor em seu animal leve ele ao médico-veterinário para uma avaliação completa. A dor acarreta uma série de prejuízos às funções fisiológicas do animal, trazendo graves consequências a diferentes órgãos e sistemas. A Ourofino Pet conta com produtos anti-inflamatórios e analgésicos essenciais em diversos protocolos de tratamento. Nunca dê medicação por conta própria ao seu pet. Consulte sempre um médico-veterinário.

  • Sabia que distúrbios psicológicos podem causar diarreia nos pets?

  • Atenção às verminoses

  • Infecções virais: é preciso atenção

  • Conheça os sintomas da leishmaniose visceral

  • Desafios da Leishmaniose Visceral

  • Atenção à Leishmaniose

  • Carregar mais dicas