Seu pet tem otite frequentemente?

20 de Fevereiro de 2017

Seu pet tem otite frequentemente?

Confira mais posts

Por Fernanda Costa Sousa Zinsly de Mattos, analista técnica na Ourofino Pet

Você sabia que entre os problemas de maior relevância na clínica veterinária estão os casos crônicos de otites? Atualmente eles representam 76,7% dos atendimentos e apresentam-se de forma recorrente e contínua por um período igual ou superior a seis meses.
 
O termo otite refere-se à inflamação do ouvido que leva à produção de uma cera de coloração alterada, cheiro forte, coceira intensa, além de causar um grande desconforto para o seu pet. Um dos comportamentos bastante observado nos animais com otite é o balançar de cabeça de um lado para outro e dor ao toque.
 
As otites podem ser causadas por infecções de bactérias, fungos, parasitas (carrapatos, sarna de orelha), produção excessiva de cera, traumas, presença de algum corpo estranho (como água durante o banho), falta de higiene ou a própria conformação auricular. Alguns animais têm maior tendência para desenvolver otites e produzem maior quantidade de cerúmen. São, por exemplo, os cães de raças que possuem as orelhas caídas (pendulares), como Cocker Spaniel, Golden Retriever e Basset Hound. Nestes pets a conformação das orelhas dificulta o arejamento e torna o conduto auditivo quente e úmido, ambiente propício para o desenvolvimento da inflamação.
 
As otites recidivantes ou recorrentes são aquelas causadas, na maioria das vezes, pelo uso incorreto de antibióticos e falhas no diagnóstico. Por isso é muito importante que o diagnóstico seja criterioso e o mais assertivo possível, para que o tratamento seja adequado tentando diminuir a probabilidade de recidivas. Se você notar que o ouvido do seu pet está com alguma alteração indicativa de problema otológico procure logo o atendimento de um médico-veterinário para que ele avalie a situação e indique as melhores soluções.
 
Limpar os ouvidos dos pets, além de ser uma medida muito importante na prevenção das otites, também auxilia durante o tratamento, pois somente em um ouvido limpo o medicamento consegue alcançar toda a área a ser tratada e ser bem absorvido pela pele para uma ação mais eficaz.
 
Cuidar bem dos ouvidos do pet é um gesto de carinho que contribui para o bem dessa relação!
 
Foto: ElementalImaging

Tags

Comentários

Elenice

Boa noite , meu budogue frances tem sempre otite devido ao fungo estafilococos. Estou
cansada de tratar porque volta sempre. qual a melhor indicacao nesses casos, obrigada

Olá Elenice, A prevenção das otites requer alguns cuidados de como evitar que a água entre nos ouvidos (durante banho ou quando nada em lago ou piscinas). Para isso devemos sempre colocar algodão impermeável (Hidrófobo) nos ouvidos antes do banho e evitar que entre em lagos ou piscina. Manter as orelhas ventiladas (tosadas) principalmente em casos de cães com orelhas pendentes e naturalmente abafadas e principalmente com visitas regulares ao médico veterinário.
Durante a visita ao veterinário, um exame clínico adequado normalmente com uso de oftalmoscópio pode identificar o conduto auditivo e a possível presença de alterações na sua anatomia ou mesmo presença de cerume e parasitas. Em alguns casos são necessários exames complementares como exames citológicos e culturas.
Lembrando, ainda, que otites que não se curam por completo, ou seja, elas podem recidivar (voltar) com certa frequência. Por isso um correto diagnostico é extremamente importante. O tratamento é realizado com os medicamentos para otite adequados e, se necessário, procedimentos cirúrgicos – dependendo sempre do diagnóstico do paciente. Para garantir que seu pet tenha o diagnóstico correto e o tratamento adequado, consulte seu veterinário de confiança.

Marina

Auritop e indicado para sarna de ouvido

Oi, Marina! O Auritop ele é indicado para tratamento de otites agudas e crônicas.

O tratamento para sarna de ouvido, consiste na limpeza do ouvido com remoção de cerúmen e aplicação de produtos parasiticida tópicos, além de produtos que contenha antibiótico e antifúngico para aqueles animais que apresentarem infecção secundária.

É importante manter o animal acometido isolado do restante dos animais além de higienizar os objetos utilizados por ele e o ambiente.

Xampus e sabonetes especiais podem ser utilizados também.

Como todo problema de pele, a sarna pode demorar para ser tratada e erradicada totalmente, em alguns casos pode demorar meses.

O ideal, Marina, é você levar o animal ao veterinário para que ele possa receitar os medicamentos corretos para este tratamento. Obrigada!

Lorena

Gostaria de saber se o maxicam 0,5mg pode ser usado para otite externa. Fui indicada por um médico veterinário, mas na bula não fala sobre otite. Comprei o medicamento, mas estou com receio de dar para meu cachorro.

Lorena, o Maxicam Comprimidos é indicado como analgésico, anti-inflamatório e antiexsudativo para cães e gatos, sendo recomendado nas patologias dolorosas ou degenerativas, agudas ou crônicas, do aparelho osteomioarticular, como: osteítes, artrites, artrites reumatoides, osteoartrites, espondiloses, espondiloartroses anquilosantes, displasias coxo-femurais, calcificação de discos intervertebrais, reparação de fraturas, pós-operatório de artroplastias e traumatismos.
Para otites, a Ourofino conta com dois produtos: o Aurigen e o Auritop. O Aurigen é um agente antibacteriano, antifúngico e anti-inflamatório de uso otológico indicado no tratamento de otites agudas e/ou crônicas causadas pelos seguintes fungos e bactérias que acometem cães: Staphylococcus aureus, Arcanobacterium pyogenes, Proteus mirabilis, Proteus vulgaris, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus pyogenes, Escherichia coli, Microsporum canis, Mallassezia pachydermatis, Trichophyton rubrum, Trichophyton mentagrophytes e Cândida albicans. Já o Auritop é indicado para cães e gatos, no tratamento de otites agudas ou crônicas, causadas por fungos e/ou bactérias. Ele apresenta em sua formulação ativos inovadores, como a Ciprofloxacina, que é um antibiótico da família das quinolonas e o Cetoconazol, antifúngico de uso tópico com ação rápida e eficaz contra os fungos patogênicos de cães e gatos; especialmente a Malassezia pachydermatis. O Auritop apresenta ainda um anti-inflamatório esteroide de última geração que proporciona elevada segurança com ação. Converse com o médico-veterinário e veja qual o melhor procedimento nesse caso.

Inácio Reis dos santos

Boa noite,meu gato persa está com otite tem uns 5 meses e o veterinário já passou vários tipos de remédio e ele n sarou,passou o otomax,otovet e o posatex e nenhum resolveram,como vcs podem me ajudar?

Inácio, o médico-veterinário fez algum exame de citologia otológica para descobrir qual agente esta causando esta otite de repetição? Seu gato possui algum problema de pele? Dependendo do grau de otite, é preciso tratar com um anti-inflamatório ou antibiótico. A recomendação é que você procure um profissional especialista em felinos para que ele examine pessoalmente seu amigo, assim você será orientado da melhor forma sobre o tratamento. Na minha linha de produtos, tenho o Auritop, que pode ser usado no tratamento de otites e também o Limp & Hidrat, solução de limpeza otológica para ser usada antes da aplicação do produto otológico e após o tratamento, usada 1 vez na semana.

Danielle Meireles

Boa noite, gostaria de registrar a minha insatisfação com o produto Auritop, meu filhote foi diagnosticado com otite e a médica pediu para que usasse-mos esse remédio dele durante 30 dias, estamos usando a apenas dois dias e além de ter aumentado a coceira na orelha fazendo meu cachorro se machucar e chorar ele parou de comer e está com refluxo. Estamos muito chateados por pagamos 90 reais em algo que só prejudicou nosso filhote de 3 meses. Podem me ajudar?!

Danielle, agradeço por compartilhar sua insatisfação com o Auritop.
Neste caso, é preciso falar diretamente com nosso time especialista da Pet. Peço, por favor, que entre em contato no 0800 941 2000, de segunda a sexta, das 14h às 17h.

Patrícia Sobreira da Silva

Na realidade eu gostaria de tirar uma dúvida.
Eu gosto muito dos remédios da Ouro fino e gostaria de saber de posso utilizar em paralelo o antiinflamatório Maxicam 2 mg e o Auritop, pois o último tem antibiótico e o primeiro pede para não utilizar juntamente com antibiótico.
Meu cachorro é um Boxer de 4 anos, 35 Kg e está com otite.
Qual seria o problema de utilizar os dois remédios juntos? Obrigada.

Oi, Patrícia. Nosso departamento Técnico explica que o Maxicam 2 mg não pode ser administrado com antibióticos do grupo dos aminoglicosídeos, como está escrito na bula. No caso do Auritop, o antibiótico é a ciprofloxacina , que pertence ao grupo das fluoroquinolonas. Assim, não tem nenhuma restrição de uso associado destes dois produtos.
Se pudermos te ajudar com mais alguma informação, também estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h30 às 17h30.
Abraços.

Sheila Galvão

Gostaria de registrar minha insatisfação na compra de um suplemento vitamínico para meu cão após uma internação de 14 dias pela doença de carrapato.O veterinário que o tratou preescreveu ENERGY PET no qual comprei na loja do mesmo.O medicamento próximo da data de vencimento causou mal estar e perda de apetite . Testei em três dos meus cães e ocorreu o mesmo problema.Ao retornar no veterinário para troca do medicamento,o mesmo se recusou a trocar e solicitou que entrássemos em contato com a empresa.
Tive um custo muito alto para salvar meu cão e não quero arriscar dando um medicamento q faz mal e gastei um valor que não tenho mais condições.
Aguardo retorno ....Certa de que vcs me ajudarão.

Olá, Sheila. Reclamações relacionadas à eficácia do produto devem ser registradas na nossa área de Farmacovigilância. Pedimos gentilmente que entre em contato pelo 0800 941 2000 (ligação gratuita). Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h30 às 17h30. Obrigado.

Deixe o seu comentário

Recebemos o seu comentário e entraremos em contato em até 3 dias. Conte também com o nosso SAC pelo 0800 941 2000.

Erro ao enviar, confira se todos os formulários estão corretos.

  • Doenças transmitidas pelos carrapatos

    Doenças transmitidas pelos carrapatos

    18 jul
    2019

  • Doenças frequentes em animais geriátricos

    Doenças frequentes em animais geriátricos

    24 jun
    2019

  • Osteoartrites em gatos

    Osteoartrites em gatos

    14 mai
    2019

  • Cicatrização de feridas em cães e gatos

    Cicatrização de feridas em cães e gatos

    14 mai
    2019

  • Otites crônicas recidivantes

    Otites crônicas recidivantes

    19 abr
    2019

  • Coceira? Saiba tudo sobre dermatite alérgica à picada de pulgas e carrapatos

    Coceira? Saiba tudo sobre dermatite alérgica à picada de pulgas e carrapatos

    25 mar
    2019

  • Carregar mais posts